Passamos os dias a ouvir que temos de fugir às rotinas para sermos mais felizes. É por isso que é difícil encará-las como positivas. Contudo, no que toca a adotar um estilo de vida saudável, as rotinas são decisivas. Sabe porquê? Porque a persistência leva ao hábito!

Quando dá o primeiro passo em direção ao seu objetivo, deve canalizar a energia que tem para seguir em frente, mesmo nos dias em que se sente menos capaz ou com medo de falhar. Chama-se a isso persistência, que anda de mãos dadas com a rotina.

É através das rotinas que sedimenta a prática de exercício físico como regular, ajudando-o a sentir segurança (sentir “sou capaz”) e familiaridade (sentir “já faz parte de mim”). As rotinas permitem organizar a sua vida de forma a incluir a ida ao ginásio, a corrida à beira rio ou o jogo de futebol com os amigos, sem sentir que se desmultiplicou para o conseguir.

Outro ponto a favor das rotinas é a construção de bons hábitos. Se parar para refletir, consegue identificar hábitos que tem dia após dia, que não lhe acrescentam valor e que acabam por ser uma barreira ao seu bem-estar. Ao descobri-los, consegue livrar-se do peso que acarretam e arranjar espaço na sua agenda para o que é verdadeiramente importante.

Para ajudar, aqui ficam algumas dicas práticas para transformar o exercício numa rotina:

  • Faça uma lista dos motivos positivos que o levam a praticar uma atividade física;
  • Coloque o exercício físico no seu calendário mensal/agenda semanal;
  • Identifique quando tem mais tempo livre para praticar exercício: manhã/tarde/noite;
  • Registe, durante uma semana, quais as rotinas que tem que o deixam feliz e mantenha-as;
  • Deixe mensagens de motivação para a prática de exercício físico a si mesmo.

Não sinta que se prende a algo mas abrace as rotinas positivas que o ajudam a praticar uma atividade física e a ser mais saudável. E nos dias em que estiver mais desmotivado, lembre-se sempre: a persistência leva ao hábito!

Tânia Miguel Soeiro, Coach da Your Challenge, Formadora e Nutricionista.
Membro da Ordem dos Nutricionistas nº0588N.

A persistência leva ao hábito – a importância das rotinas