As artes marciais são um conjunto de técnicas de luta individual. Algumas das mais conhecidas são: o Karaté, o Judo, o Kung Fu, o Krav Maga, o Jiu-Jitso, o Muay Thai, o Taekwondo e até a Esgrima. Cada uma tem as suas técnicas individuais e os seus benefícios específicos, sendo algumas de foro mais cardiovascular e outras mais de técnica localizada.

Ao contrário do que se possa pensar, as artes marciais não promovem agressão física. Bem pelo contrário. São técnicas de defesa pessoal e os treinos são devidamente acompanhados. Normalmente os praticantes de artes marciais têm bem aculturado que é apenas um treino físico e os próprios são contra a violência.

Se considera que estas não são atividades muito convencionais, saiba que os seus benefícios vão muito além das técnicas de luta e do exercício físico. Elas promovem muito a concentração, a disciplina e o rigor, tanto na execução dos exercícios e treinos bem como na vida em geral. Ajudam a obter domínio próprio, e da própria força e fomentam a coragem, a lealdade, a modéstia e até a bondade.

Cada vez mais vemos em ginásios ou em clubes desportivos pelo menos uma atividade de artes marciais. Elas podem ser praticadas por miúdos e graúdos, pelos iniciantes ou por atletas de competição, homens e mulheres. Todos são bem-vindos a experimentar.

Ao pensarmos nelas como exercício físico as artes marciais:

  • Potenciam o fortalecimento muscular;
  • Ajudam na flexibilidade articular;
  • Auxiliam numa postura correta;
  • Reforçam o controlo da respiração;
  • Promovem o desenvolvimento equilibrado do corpo todo;
  • Ajudam a manter o equilíbrio;
  • Mantêm a disciplina;
  • Aliviam o stress;
  • Desenvolvem os reflexos.

Teresa Almeida Técnica de Exercício Físico nº11611

www.portugalemforma.com

Artes Marciais: saúde aos pontapés